ATUALIZE SEU AMANHÃ

Explorar Universo Atitus
Atitus Logo
AtitusCursosDiferenciaisInovação

Peruana formada na Atitus conta sua experiência na instituição

Publicado em 18/08/2022

Escrito por: Fabiano Oliveira

Ruth Maria fez Arquitetura por meio do programa PEC-G

Já imaginou cursar a graduação em uma instituição de ensino em outro país? Essa é uma realidade oferecida pelo Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), do qual a Atitus é parceira. A peruana Ruth Maria Campomanes Yabar, participante do programa, estudou Arquitetura e Urbanismo na instituição, graças a iniciativa dos ministérios das Relações Exteriores e da Educação.

Ruth Maria sempre quis estudar fora e foi no Brasil que ela pôde concretizar seu sonho. “Cursar Arquitetura e Urbanismo na Atitus foi uma experiência maravilhosa. Aprendi uma nova cultura, me adaptei muito bem em Passo Fundo, onde conheci pessoas e costumes diferentes. Sem dúvida foi um período muito especial, uma chance única de trocar conhecimentos”, explica.

Durante a graduação em terras gaúchas, Ruth Maria destaca ainda que teve a oportunidade de participar do projeto “Codesign entre projetistas do século XXI e pessoas com deficiência visual: processos e produtos”, com a professora da Atitus, Andréa Quadrado Mussi, sua orientadora de TCC. O projeto conquistou o primeiro lugar na categoria “Cidades Sustentáveis”, do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2021.

foto1.jpeg

“Nesse projeto conseguimos pensar estratégias de acessibilidade, onde as pessoas podiam tocar os espaços, sentindo e percebendo se eram bons para elas. Esse desafio me ajudou a desenvolver a empatia e pensar melhor como ajudar essas pessoas, o que foi muito gratificante”, pontua a egressa.

Com 24 anos, hoje a arquiteta vive em Lima, Peru, com sua família e avalia como foi estudar na Atitus. “Graças ao importante apoio dos meus professores e colegas, pude aprender e desenvolver as atividades da melhor forma possível. Hoje formada, coloco na prática tudo que aprendi no Brasil, focando em promover meu trabalho com profissionalismo e dedicação”, enfatiza.

Os desafios de viver em outro país também foram destacados pela arquiteta peruana, que dá dicas aos alunos que também sonham em estudar em uma instituição de ensino internacional. “É preciso se organizar, buscar informações do lugar, sua cultura, costumes e, além disso, ser uma pessoa humilde, estar disposta a novas possibilidades, pedir ajuda quando necessário e entender o espaço onde vai viver”, considera.

Assim como a Ruth Maria, podem participar do programa, estudantes de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordos educacionais e culturais. Anualmente, a IMED disponibiliza vagas nos cursos de graduação para que os alunos participantes do PEC-G possam se inscrever.

Outras informações sobre o Programa podem ser obtidas aqui.

FIQUE LIGADO
NA ATITUS

Ao se cadastrar para receber nossos conteúdos, você concorda com os Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Fale com a gente

51 4004 4818

© 2022 Atitus Educação.

logo