Inscreva-se

Atitus Logo
AtitusCursosDiferenciaisInovação

Estudo aborda a relação da geração Z com o mercado de trabalho

Publicado em 08/11/2022

Escrito por: Fabiano Oliveira

Jovens buscam oportunidades mais flexíveis e independentes

Cada vez mais exigente, o mercado de trabalho busca pessoas preparadas, modernas e dinâmicas. Essas são algumas características evidentes na geração Z, que vem ganhando espaço nas empresas. Para compreender melhor a temática, o aluno do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) da Atitus Educação, Rafael Spada, desenvolveu a pesquisa “Geração Z: Uma nova visão sobre o trabalho”, sob orientação da professora Juliane Ruffatto.

Nascida no século 21, a partir de 1995, a geração Z surgiu em meio ao “boom” da transformação digital e tem agora, um papel fundamental no desenvolvimento e crescimento dos negócios, com inovação e grandes desafios, algo essencial para a competitividade. Segundo estudos e dados baseados na Organização das Nações Unidas (ONU), a geração Z ocupa atualmente 36,7% da população mundial (10 a 25 anos). A expectativa é de que, juntamente com a geração Alpha (nascidos a partir de 2010), ambas somem globalmente 50% em 2030.

geracao-z-2.jpg

Para compreender este cenário, o mestrando Rafael Spada desenvolve sua pesquisa com o objetivo de analisar os fatores que influenciam a motivação dos colaboradores da geração Z nas empresas e a sua relação com as características e preferências desse grupo. “A geração Z está chegando ao mercado de trabalho com expectativas e comportamentos bastante diferentes das gerações anteriores. Assim, as empresas precisam entendê-la para conseguir engajamento e retenção dos novos colaboradores”, explica.

Ainda segundo o pesquisador, existe uma transformação nas expectativas da nova força de trabalho nas empresas. “Pelo que se pôde encontrar, essa nova geração de trabalhadores espera que as empresas sejam mais flexíveis quanto a rotina de trabalho e a forma com que as atividades são executadas. Se percebe que suas forças motivacionais estão vinculadas a elementos que remetem à independência, o que confirma, na teoria, que a autonomia influencia na motivação dos indivíduos da geração Z nas empresas”, salienta Spada.

“O resultado desse estudo pode ajudar as organizações a adaptar ou transformar a cultura organizacional para integrar e receber os colaboradores da geração Z de forma a atender às suas necessidades”, considerou o pesquisador da Atitus.

A presente pesquisa fará parte da dissertação de mestrado de Rafael, que analisará o impacto da autonomia no desempenho e motivação de colaboradores da geração Z nas organizações. A conclusão com os demais resultados do estudo está prevista para defesa e divulgação em 2023.

FIQUE LIGADO
NA ATITUS

Ao se cadastrar para receber nossos conteúdos, você concorda com os Termos de Uso e Políticas de Privacidade.

Fale com a gente

51 4004 4818

© 2022 Atitus Educação.

logo